Tag

SERVICE DESK

Browsing

Entenda o que é RMM (Remote Monitoring and Management)

Os computadores foram desenvolvidos na década de 1950. Mas, você já parou para pensar como era feito o monitoramento das redes de computadores antes do Simple Network Management Protocol (SNMP) ou Protocolo Simples de Gerência de Rede? Esse protocolo padrão da internet para o gerenciamento de dispositivos em rede IP surgiu nos anos 90. Antes disso, a manutenção dos computadores tinha de ser feita de forma física pelo técnico de TI que precisava ir até a máquina ou ao servidor para solucionar o problema. Assim, a complexidade dos sistemas, bem como as dificuldades de gerenciá-los apenas presencialmente não conferia aos técnicos a certeza quanto a saúde da TI da empresa. Além disso, ainda dificultava o desenvolvimento do status das redes de computadores. Além disso, as primeiras ferramentas de solução gerenciada de TI só atendiam grandes empresas com redes maiores. Foi então em 2005 que os sistemas de monitoramento remoto começaram…

Serviços Gerenciados vs. Break-Fix

O mercado de tecnologia passou por várias mudanças nos últimos anos, de uma forma acelerada como nunca se viu antes. Mas na área de serviços de suporte o mercado brasileiro não acompanhou o mesmo ritmo de um mercado cada vez mais globalizado, com clientes cada vez mais exigentes. Serviços Gerenciados são o futuro do mercado de suporte de TI. Modelo Atual Hoje existe uma grande carência de planejamento sob o ponto de vista de negócios por parte dos prestadores de serviços. Se observarmos atentamente o perfil de boa parte deles, vemos que são bem capacitados tecnicamente, mas sem o ingrediente estratégico que permite que adotem um modelo de negócios mais vantajoso, tanto para eles quanto para seus clientes. O que predomina no mercado brasileiro ainda é o chamado Break-Fix. Em que as empresas de suporte operam atendendo aos clientes de forma reativa. Quando acontece algo inesperado, como queda da rede, da internet,…

Guia Completo de métricas em TI

É quase impossível imaginarmos a gestão de uma empresa sem uma boa infraestrutura de TI, independentemente do porte e segmento. Se, há um tempo atrás, o profissional de TI era apenas um prestador de serviços, para correções pontuais, hoje, ele faz parte do planejamento de sucesso da empresa do cliente. Nesse sentido, colaborando diretamente para o bom desenvolvimento do produto ou serviço que ele disponibiliza. Isso passa pelas métricas em TI. A equipe de TI precisa criar uma rotina de otimização de seus serviços, para obter os melhores resultados. Nesse cenário, assim como em qualquer setor de uma empresa, é necessária a análise de algumas métricas. Desse modo, visando que sejam corrigidos problemas pontuais, como baixa produtividade, gargalos de serviço, desalinhamento com o propósito final da empresa, entre outros. Se bem avaliadas, as métricas em TI colaborarão para a criação de uma cultura de melhorias na infraestrutura de TI e na relação…

Como melhorar o fluxo de trabalho da sua empresa de TI?

Os processos, a comunicação e o tratamento de informações que envolvem uma prestação de serviço, juntos e sistematizados podem ser considerados como um fluxo de trabalho do negócio. Misturando etapas manuais e automatizas, podem minimizar falhas, agilizar processos e até mesmo permitir que a empresa atue em modo preventivo. Trocando em miúdos, garante que problemas sejam evitados ou detectados com antecedência suficiente para que a solução proposta seja a mais adequada e com menor impacto possível para o cliente. Isso, na visão dos clientes de uma empresa de TI, significa sucesso. Está em busca de diminuir seus custos, aumentar a satisfação dos usuários e sua fatia no mercado com excelentes resultados? Então, continue a leitura. Mapeie todos os processos da empresa de TI Não importa a maturidade da empresa, para saber como melhorar seus serviços o passo inicial é mapear o funcionamento dos processos internos, identificando os profissionais que precisam ser envolvidos, gargalos e fatores que travam o…

Saiba como o business intelligence pode auxiliar na gestão de TI!

O Business Intelligence (BI) não está tão distante da gestão de TI como se imagina. Na verdade, nos dias de hoje, suas contribuições estão espalhadas por todo o negócio. E isso é ótimo. Afinal de contas, o BI é constituído por um conjunto de estratégias e soluções de análise dos dados coletados na empresa. Ou seja: é capaz de produzir informações determinantes para a leitura do negócio, com a elaboração de melhores processos e serviços. Essas são apenas algumas das contribuições do Business Intelligence para o negócio e, especificamente, a gestão de TI. Neste post explicamos em detalhe as principais delas. Acompanhe. Organizando os dados da empresa Os dados gerados em um negócio podem ser considerados estruturados ou não estruturados. Os primeiros estão em formatos reconhecidos, como números e relatórios de um sistema, ou conteúdos escritos como e-mails. Nesses casos, destinatário, remetente, horário do envio e outros dados são coletados e organizados pelo BI se forem considerados relevantes.…

Software open source, livre, proprietário ou RMM: qual é o melhor?

Todo profissional que trabalha com tecnologia da informação já se deparou com os seguintes termos: software livre, software open source, software proprietário e RMM. Apesar de fazerem parte de um linguajar técnico, muita gente do ramo encontra dificuldades na hora de diferenciá-los. Os softwares livres e o open source são os que causam a maior confusão, já que ambos disponibilizam os seus códigos-fonte e podem ser modificados e adaptados, o que não significa que sejam gratuitos. Já os softwares proprietários, por serem propriedades intelectuais e protegidos por lei, são relacionados a produtos pagos, o que também não é uma regra. Para que você possa tirar as suas dúvidas e entender as diferenças de uma vez por todas é que criamos esse post. Nele, você entenderá as diferenças entre esses modelos de licenciamentos de softwares. Confira! O que é software open source? Como o próprio nome sugere, um software open source, de código…

Suporte técnico de TI: como vencer os desafios do dia a dia

Trabalhar na linha de frente de uma equipe de suporte técnico em TI é, sem dúvidas, uma grande responsabilidade. Afinal de contas, essa é uma tarefa que exige o envolvimento com muitos aspectos da experiência do usuário, em que se deve compreender suas interações em busca de oferecer a resolução mais rápida e transparente possível. Mas apesar dessa descrição pontual, poucos gestores percebem a relevância desse setor à reputação da sua empresa. Com isso em mente, elaboramos este conteúdo com os principais detalhes do segmento. Nesse sentido, visando descrever sua importância, seus desafios e motivos que justificam o investimento na área. Acompanhe! A importância do suporte técnico em TI O ponto mais fundamental a se entender nesse tema é que o suporte constitui, mesmo que não intencionalmente, uma linha de atendimento direto ao cliente. Por conta disso, é indispensável contar com uma equipe que tenha, para além do repertório técnico, boas habilidades…